Bate-volta à praia de Carneiros.

Estávamos hospedados em Maracaípe e quem vai à Maracaípe vai à Carneiros e isso vale também para quem vai a Porto de Galinhas. Carneiros é considerada uma das praias mais bonitas e cinematográficas do Brasil.

É imperdível esse bate-volta, pela beleza e pelo banho de mar desse lugar.

Tomamos um Uber e fomos conhecer a famosa Igrejinha que fica na beira mar… já casaram vários famosos nela, inclusive o último já separou… Então recomendo só ir lá tirar uma fotinho mesmo… no máximo assistir uma missa.

A praia é como uma piscina e o banho nela é maravilhoso!

Falando em piscinas, na maré baixa é possível tomar banho em algumas piscinas naturais.

Outro motivo para ir na maré baixa é que se consegue ver a Igreja de frente, então se puder programar tua visita de acordo com as informações da tábua de maré, é melhor. Caso não conseguir, a beleza do lugar muda mas não desmerece.

Como chegar:

A Praia dos Carneiros está no município de Tamandaré, ficando a cerca de 50km de Maracaípe.

Uma dica pra quem quer ir de uber: por vezes acontece de você chamar o uber pelo aplicativo e ele chegar e querer acertar o valor sem o app; Isso é bem comum pois não há muitas opções para ir a Carneiros já que ela fica distante de tudo; Se você não se sentir seguro em ir “por fora” do app é melhor já ir pensando em outra opção como taxi ou passeio contratado.

O Uber custou R$ 190,00 e ele ficou nos esperando na frente do bar “Bora Bora”. Existem também passeios coletivos que saem das pousadas em Maracaípe que custam R$ 90,00 por pessoa.

A praia de Carneiros é praticamente fechada por “big” quiosques que tomam conta de toda a beira mar, o que não acho muito coerente porque o litoral é público e esse negócio de pagar ingresso para entrar na praia não está certo.

Se você não quiser ficar no meio da muvuca nestes quiosques, indico uma trilha que fica na lateral do bar Bora Bora. A trilha é limpa e aberta, são uns 15 minutos andando da rodovia até a praia. Fique atento pois pode ser que teu motorista insista para estacionar dentro dos quiosques, isso porque eles recebem uma comissão, mas tu não és obrigado a nada e ele pode tranquilamente estacionar o carro na beira da rodovia e você ir a pé como indiquei acima.

E se estiver afim de entrar pelos big quiosques como o Bora Bora mesmo, vá, se estiver no espírito de agito, penso que vais gostar. No geral os quiosques cobram R$ 20,00 de entrada por pessoa e não é permitido entrar com bebidas ou comida.

Uma dica para escolher o quiosque: cuidado para não entrar em um quiosque muito distante da Igreja, do Bora Bora foi uma caminhada 15 minutos até a Igreja, mas há outros bem distantes.

A Igrejinha de Carneiros, construída no século XVIII para homenagear a São Benedito é uma preciosidade, orna muito bem no casamento com o mar. Mas vá com a ideia de vê-la por fora, pois as missas lá são muito raras.

Outra diversão que podes ter por lá são os passeios de barcos, os mesmos você consegue comprar passagem nos big quiosques. E deve ser bacana ter a visão da praia partindo do mar.

Outra opção seria ficar hospedado em Carneiros, penso que não seria nada mal ter essa vista ao acordar, tem uma pousada badaladinha que se chama Pousada da Praia de Carneiros. Achei bem linda, talvez seja mais com o custo mais salgada que a água do mar, mas quem sabe não vale o investimento…

No mais, esse foi meu bate-volta preferido desta trip, fiz outro partindo de Muro Alto até a Praia de Calhetas e não indico, mas falo mais sobre no próximo post.

Até lá, kussia.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: