Villa La Angostura, a cidade mais linda da Argentina.

Voltar a Villa La Angostura foi um presente muito bem escolhido, digo presente porque é esse tipo de presente que a gente deve se dar, experiências incríveis.

Tinha estado aqui em 2018, mas foi numa breve passada que faz parte de um passeio oferecido em Bariloche que se chama “Circuito Grande”.

Desta vez escolhemos começar a viagem por Villa e aproveitar o máximo, mas adivinha, chegou o dia de partir e a vontade era nula de sair daqui.

Abaixo um relato de meus 3 dias no paraíso da Argentina:

  • Primeiro dia em Villa La Angostura: Parque Nacional Los Arrayanes

MARAVILHOSO, dia lindo, com amplitude térmica bem grande, mas com as máximas e mínimas que prefiro: 6 graus à 20 graus.

Fizemos a trilha “Huella Andina”, dentro do Parque Nacional Los Arrayanes. São 13 km de dificuldade média, que chegam até o Porto de onde se pega o barco para retornar à Baia Mansa.

Esse parque é quase que uma ilha do Lago Nahuel Huapi, ligada apenas por uma pontinha de terra em meio a Baia Mansa e Baia Brava.

Dentro do parque há outras duas lagunas: Laguna Hua Huan e Laguna Patagua, mas a trilha oficial faz uma volta pelo bosque em parte com vistas do Lago Nahuel Huapia. Caso tenha mais dias em Villa procure mais sobre outras trilhas dentro do parque.

A trilha é bem tranquila, sem apresentar riscos e é do tipo de trilha para a família toda, até os sedentários se empolgam com as lindas vistas e caminham sem queixas.

Há também quem vá e volte de barco, sendo assim, tem a possibilidade de caminhar 800 metros em meio a uma trilha de degraus de madeira, que vai até um mirante, passando por uma Casa de Té que mais parece o bar do Jack do seriado Virgin River, ótima oportunidade de comer algo.

Informações:
– Percurso da trilha se faz em 3 horas
– Tempo de navegação: 1 hora
– A entrada 🎫 do parque custou 1.800 pesos
– O retorno de barco ⛵️ 2.100 pesos
.

Segundo dia em Villa La Angostura:

Trekking peligroso pelo Falso Belvedere, Cajón Negro e Cascata Inacayal.

Esse é o segundo trekking mais famoso para quem vai a Villa La Angostura.
Na verdade diria que é o mais bonito, mas dada a dificuldade fica em segundo plano depois do Parque Nacional los Arrayanes.

É uma trilha de muitas subidas e descidas daquelas que na subida não se pode “bambiar” para trás e na descida para frente, pois a desgraça é certa.

Se sobe quase que 50% escalando agarrado nas pedras e árvores e se desce por onde passa o degelo das montanhas, uma trilha aberta por uma avalanche. Sobe-se 908 metros de altitude e no pico do Falso Belvedere se alcança a altitude de 1653 metros de altitude.

São 18 km e indo na “manha” se leva 8 horas. É necessário ir com calma se não é capaz de não voltar.

Os primeiros 6 km são de subida, grande parte em trilha fechada e depois se caminha uns 4 km por cima dos picos e no meio do saibro (vai dar uma cavoucada e cair de frente, mas tranquilo que é normal por lá).
Quando a trilha começar a inclinar a demarcação da trilha (pedras e tocos com pintura vermelha demarcam o caminho) se desce resvalando de lado pois é muito inclinado, e aí é aquela hora que se vê quem gosta mesmo de trilha de aventura.
Não tenho foto e nem filme dessa parte, porque era certo que quebraria o que tivesse nas mãos.
Quando você ficar em pé novamente vais estar diante de um rio e a trilha segue pelo bosque até a Cascata e lá novamente: cuidado! A cascata fica em meio à um cânion e os penhascos são de alturas imensuráveis.

Importante:
Levar muita água para os primeiros trechos, o rio em que se pode beber água fica nos últimos 8 kms.
Repelente, protetor solar e calçado de trilha (precisa de garrinhas para ajudar nas subidas e descidas), pau de trekking, luvinhas, lanche e principalmente: mapa da trilha baixado (aproveita e me adiciona no Wikiloc que tenho a trilha por lá).

Essa trilha não é paga, mas para deixar o carro no estacionamento que é uma área privada se paga 400 pesos.

Por fim, recomendo essa trilha para os amantes de frios na barriga e vistas incríveis.

Terceiro dia em Villa La Angostura:

A cidade de Villa acredito que é a mais hermosa que já conheci das cidades Argentinas, não é preciso fazer trilhas se quiser ver o paraíso de Villa La Angostura, diria que ele se chama Baia Mansa.

E por lá que indico começar esse terceiro dia.

A boa é alugar um kaiak e aproveitar o espelho de água que é a Baia Mansa, simplesmente você desliza pelas aguas num shows de cores turquesas e esmeraldas.

1 hora de kaiak custa 1500 pesos e é simplesmente imperdível.

Depois de deslizar o indicado é mergulhar, claro que um banho só e já corre para o sol. Gelado mas é simplesmente maravilhoso, não sei expressar em palavras.

Aproveitando a proximidade, contemple com calma a Baia Brava e… porque não mais um banho?

O centro de Villa La Angostura é outro motivo pelo qual eu digo que esta é a cidade mais linda da Argentina; tem um roseiral em meio a avenida, muitas cervejarias e um comércio com belíssima arquitetura.

Segundo passeio desse dia:

Algo imperdível também é conhecer o Rio Correntoso, considerado o rio mais curto do mundo. Esse rio é uma pequena ligação de águas entre o Lago Correntoso e o Lago Nahuel Huapi. Se tiver um tempinho, indico um mate embaixo da ponte de madeira e depois um banho gelado.

Na mesma direção fica o Lago Espejo Grande que assim como os acima citados Lago Correntoso e Lago Nahuel Huapi, fazem parte da Ruta de Los 7 Lagos.

Esse Lago Espejo é também outro lugar para se fazer uma visitinha e imperdível é a vista do mirador que fica na Ruta 231. Para chegar nele é só cruzar a ponte de carro que passa por cima do Rio Correntoso e seguir pela Ruta 231 em sentio ao Chile.


HOSPEDAGEM EM VILLA LA ANGOSTURA:

Para quem se apaixonou pela cabana na com vista para o Lago Nahuel Huapi em Villa La Angostura que mostrei em meus stories, segue o link do Airbnb:

https://abnb.me/CmQNPrA3bmb

Meu cupom de desconto: NAOTEMDESCONTO mas vale cada peso. Paguei diária de 350 reais, mas isso bem previamente reservado.

A cabana é simplesmente uma delícia, tanto que não tivemos vontade de passar nenhuma noite em restaurantes e olha que em Villa La Angostura não faltam oportunidades. A vista para o lago e as cordilheiras é de uma beleza imensurável. Super recomendo essa hospedagem.

Como disse, o Lago Correntoso, o Nahuel Huapi e Lago Espejo Grande fazem parte da Ruta de Los 7 Lagos e ficam no caminho para San Martin de Los Andes pela Ruta 40. De lá sai o próximo post desse roteiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: